"Em um" ou "num"?


"Em crônica no jornal O Globo, Caetano Veloso diz que só ele continua escrevendo num e numa no Brasil. Observa que, embora todo mundo use a contração ao falar, parece estar prevalecendo entre nós a ideia de que escrevê-la é errado. Sendo um usuário pesado e consciente de num e numa, tanto em livros quanto em textos jornalísticos, me ocorre de saída considerar falsa a questão. Na maior parte das vezes essa contração – sem ser obrigatória, claro – me soa mais eufônica, mais condizente com o ritmo da frase, além de mais "natural" e próxima da língua falada. Além disso, frequenta o português escrito desde o século XVI e leva a assinatura de autores canônicos dos dois lados do oceano. O que resta para debater? A resposta é óbvia: resta o fato de que, de algum tempo para cá, o num vem sendo cada vez menos empregado no português brasileiro escrito. Encontro em fóruns da internet o argumento de que a contração é "informal" demais, incompatível com textos apurados. (Esqueceram-se de avisar isso a Fernando Pessoa, ou ele não teria iniciado sua excelente tradução de "O corvo", de Poe, com este belo e nada informal verso: "Numa meia-noite agreste, quando eu lia, lento e triste".) Parece que estamos diante de um traço geracional: por alguma razão – que merece investigação mais profunda, mas provavelmente vizinha da hipercorreção e ligada à pouca importância da leitura no ensino de português nas escolas – as novas gerações brasileiras estão abandonando o consagrado num na hora de escrever. É pena. Se for verdade que essa contração está caindo em desuso, restará lamentar o retrocesso cultural representado por seu abandono. Sem forçar a barra, e levando-se em conta que língua escrita e língua falada não coincidem perfeitamente em idioma algum, sempre será progressista trabalhar para encurtar a distância entre elas. Sim, existem áreas imensas em que a distância permanecerá inalterada. Mas ampliá-la é andar para trás." (Retirado do livro Viva a língua brasileira!, de Sérgio Rodrigues) --- De minha parte, acrescento que até mesmo gramáticos considerados puristas e conservadores, como Napoleão Mendes de Almeida e Carlos Nougué, aprovam esse uso e escrevem usando a forma contraída. Você também costuma escrever sempre "em um"? Está na hora de mudar! Não tente escrever bonito!

#escrita #elegância #revedoria #revisao #leitura #gramatica #hipercorreção

Posts recentes
Arquivo
Busca por tags
Nenhum tag.
Siga-nos!
  • Facebook Revedoria
  • Instagram